• Implantes

    Dentista VIP


    Clareamento dental caseiro

    Um sorriso jovem e natural




    O clareamento dental caseiro ou doméstico é o método mais antigo de recuperação da cor dor dentes, geralmente perdidas pelo envelhecimento ou pela ingestão de alimentos de cores fortes ou com corantes. Além disso, o tratamento é mais comum do que o método à laser, que é realizado nos consultórios. Algumas razões para isso é que o clareamento caseiro é mais barato, pela facilidade de execução e pela sua durabilidade, que é maior.

    clareamento a laser
    As concentrações do gel de peróxido de carbamida são inferiores aos do método feito em consultórios, variando de 10 a 30%, portanto, sendo considerado bem menos agressivo.

    Para realizar o clareamento caseiro, é necessário o uso de uma moldeira, que são dispositivos flexíveis onde é depositado o gel clareador e em seguida, encaixado e aplicado nos dentes. O paciente deve usá-lo na hora de dormir e retirar apenas no dia seguinte.


    Como a concentração do despigmentador é baixa, o tempo do clareamento caseiro é maior, levando cerca de 1 mês para se obter os resultados. Para dar início ao tratamento, a boca precisa estar saudável, sem cáries ou tártaros ou ferimentos na mucosa oral, por isso, talvez seja necessária o agendamento de algumas consultas antes de fazer o clareamento caseiro.


    Alguns pacientes apresentam sensibilidade dental após o tratamento devido ao gel despigmentante e também, existem casos de inflamação na gengiva causada pelas bordas da moldeira, que podem cortar e machucar. Após alguns dias de interrupção, o tratamento de clareamento caseiro pode ter continuidade em ambos os casos.


    Lembre-se, qualquer tipo de ferramenta odontológica precisa ser esterilizado ou pelo menos higienizada, e não é diferente com a moldeira utilizada no clareamento doméstico. Ela deve ser limpa com uma escova de dentes e deverá estar seca antes da aplicação do gel. Durante o tratamento, evite o consumo de alimentos bebidas cítricas e que possam manchar os dentes.


    Em caso de gravidez, o clareamento dental caseiro deve ser interrompido imediatamente. Não existem estudos que comprovem danos prejudiciais ao bebê, mas não é recomendado este tratamento em gestantes ou lactantes.


    clareamento dental caseiro Os casos que mostram maior eficácia são aqueles realizados em pacientes mais jovens, cujos dentes foram escurecidos de forma natural, nos casos de envelhecimento e nos casos de dentes de tons amarelados ou amarronzados.

    A duração do clareamento caseiro depende do paciente, levando em conta os costumes higiênicos e de alimentação.


    Para pacientes que não possuem disponibilidade de tempo para ir frequentemente ao dentista, o clareamento dental caseiro é a melhor opção,contudo, deve-se ter acompanhamento médico durante todo o processo e fazer visitas periódicas ao consultório para avaliações.